Dia do cavaleiro e da amazona Katupyry é aprovado por deputados paraguaios


A tradição dos povos com o uso de animais é tão forte quanto a história de cada povo

O Congresso do Paraguai (Cámara Baja) aprovou na última semana o Projeto de Lei que cria o dia Nacional dos cavaleiros e amazonas Katupiry, em respeito a tradição de montaria que há no interior do país. O projeto de autoria do deputado Carlos Portillo (PLRA) prevê que o terceiro domingo do mês de agosto seja conhecido como o “Día Ecuestre”.


O documento pretende homenagear as tradições equestres, tradições populares, seja folclore musical, culinária, comidas típicas, artesanato em geral, trajes e danças e todas aquelas outras culturas tradicionais que envolvem o festival do cavaleiro.


Segundo a justificativa da lei aprovada, cavaleiro e amazona Katupyry (nossas tradições) merecem um lugar especial, pois em muitos locais pelo interior do Paraguai, a prática equestre é realizada como uma prática de lazer, em especial aos finais de semana.

Para o autor da lei, Carlos Portillo, a criação da lei tem apoio integral das representações equestres do país. "Recebemos os representantes das diferentes associações de cavaleiros de todo o país apoiando a aprovação do projeto” justificou o parlamentar.


Uma das expectativas com a criação desta data oficial no calendário paraguaio, é que ela não seja apenas mais um feriado, mas que com a existência do “Dia Ecuestre” aconteça várias atrações por todo o pais, estimulando assim o turismo regional, inclusive com eventos esportivos atraindo competidores nacionais e estrangeiros.


Agora o projeto aprovado no Congresso segue para apreciação dos parlamentares da “Cámara de Senadores”.



© 2018 | INTER REDE NOTÍCIAS - A notícia direto da fonte | Todos os direitos reservados.

  • Interrede Notícia
  • YouTube Social  Icon