Industria alcooleira faz diferença no desenvolvimento regional e até influência nas diretrizes de go



Industria alcooleira faz diferença no desenvolvimento regional e até influência nas diretrizes de governo, além de impulsionar a economia do Mercosul, a maior indústria de álcool e açúcar da região (Impasa) que utiliza além da cana de açúcar o milho como matéria prima na produção de álcool, promovera em parceria com órgãos governamentais avanços importante na produção agrícola, no esforço de incentivar e aprimorar conhecimentos e técnicas para a produção primaria. A empresa que iniciou as atividades em Nueva Esperanza estado de Canindeyu Paraguai, inaugurou uma segunda planta no estado de são Pedro e é geradora de emprego e renda para o pais.



Na quarta-feira, 27 de junho, foi assinado um acordo-quadro entre o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAG), a Indústria Paraguaia de Álcoois S.A. (INPASA) e as províncias de San Pedro, Concepción e Canindeyú para apoiar a política agro-produtiva do Estado paraguaio.

O objetivo deste acordo é promover a inovação tecnológica na produção de itens primários no âmbito do Projeto de Alto Impacto na geração de renda para famílias rurais; especificamente com a semeadura do milho, para gerar maior rendimento econômico aos produtores, preparando um mercado seguro para A Pa produçao

Para isso, foram estabelecidas ações conjuntas que permitirão promover a integração harmoniosa da população rural e o desenvolvimento econômico e social do pais .

"O Ministério vai intervir na agricultura de precisão, vamos cuidar desse projeto para que futuras autoridades possam trabalhar melhor ", disse Luis Gneitng.



O MAG, através da Diretoria de Extensão Agrária (DEAg), tem o compromisso de acompanhar o plano com assistência técnica regional, na produção e comercialização do milho produzido, ter insumos e acompanhar os lotes demonstrativos com tecnologia aplicada e um processo de treinamento com os técnicos, aos produtores da carteira agrícola.

Por outro lado, os estados terão que administrar, coordenar e executar os meios disponíveis das parcelas agrícolas, juntar esforços com a carteira agrícola em relação ao treinamento, apoiar a logística dos insumos e técnicos para os pequenos produtores, designar um gerente, coordenar o transporte da produção agrícola (milho) para a planta da INPASA em Guayaibi.

Ja a INPASA irá adquirir toda a produção de milho dos produtores cadastrados dentro do projeto no preço estipulado;(preço atual de mercado) Também disponibilizará aos



governadores um profissional para capacitar técnicos e pequenos produtores antes e durante o processo de reprodução, estabelecendo lotes de demonstração com tecnologia e preços referenciais de acordo com o preço de mercado.

Este contrato tem a duração de dois anos a partir da assinatura.

Por parte do MAG assinou o ministro Luis Gneiting; e Enzo Olmedo pela INPASA; pelo governo de San Pedro, Miguel Chilavert; Ricardo Paredes, pelo governo de Concepción; e Alfonso Noria pelo governo de Canindeyú.

Fonte

Ministerio de agricultura e ganaderia

© 2018 | INTER REDE NOTÍCIAS - A notícia direto da fonte | Todos os direitos reservados.

  • Interrede Notícia
  • YouTube Social  Icon